-->

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Caixa vermelha


A caixa aí de cima foi feita para presentear uma amiga especial, professora do bordado da minha mãe, mas que na verdade é a centralizadora da mulherada! Que recebe as vizinhas para aulas de bordado, patchwork e um lanchinho da tarde que ninguém é de ferro, né?

Na verdade, as vizinhas não aprendem nada, porque já estão repetindo de ano há uns quatro anos. Mas quer saber? O objetivo nunca foi mesmo aprender! E faz um bem danado essas aulas pra mulherada, heim!

Bom, estampa floral que estava jogada, estampa de bolinha super básica. A intenção era fazer uma caixa com tampa em encaixe, onde a tampa tem o mesmo tamanho da base da caixa, fechando por encaixe e não por sobreposição, como é a maioria das caixas de cartonagem que vejo por aí.

Apesar de ter duas (e apenas duas) fatias de papelão com medida errada (era 47 mm que foi arredondado pra 50mm), já que o papelão foi cortado (a pedido meu, e na faixa) na mesma loja onde comprei o papelão. Fiquei com dó (talvez por ser a primeira vez que compro lá) de fazer um pedido exato e com cara de chato, e não ia consegui pensar em um jeito de tirar os milímetros sobrando sem comprometer o restante (já que não tenho nada além de estilete cegueta e régua). Assim, deixei que duas partinhas ficassem ligeiramente maiores do que deveriam.

Mas essa foi a melhor caixa que já fiz, em termos de acabamento! Ela também ficou super estável! Não ficando pensa ou bamba, e não dá medo dela esfarelar na mão quando se pega, porque é firme!

Estou adorando cada vez mais essa coisa de fazer caixas (sempre quis ter caixas lindas!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário