-->

quarta-feira, novembro 17, 2010

Caixa com Patchwork no isopor

Fiz mais uma caixa, agora com a técnica do patchwork no isopor.

Achei, apesar do que li na internet, a técnica muito simples e fácil de fazer. É claro que quanto mais detalhado o desenho escolhido, mais trabalho você terá, mas por outro lado, mais riqueza no resultado.


A dica é, escolha desenhos com áreas maiores. Escolha cantos secos OU cantos arredondados (aquele pé com cantos secos e arredondados deu o maior trabalho, já o rabinho foi mais fácil, e a asa e o bico foram super fáceis).

Eu gosto do desenho avançando a lateral. Acho que dá um toque mais moderno. Mas fica a seu critério. Lembre-se apenas que se o fundo for inteiro, você terá que fazer de uma só vez.

Eu comecei pelos pedaços menores. Quando fui fazer o corpo do pássaro, o olho e a asa já estavam prontos. Não acho que faça diferença, porém, pense nisso antes de começar.

Foi minha primeira caixa com o isopor na tampa, então tive algum problema com o arremate da tampa, onde acaba o isopor e começa o papel cartão. Eu deveria ter feito o papel cartão chegar até 2mm antes do fim do isopor, e arredondar o canto do isopor. Mas como eu tinha feito previamente a tampa, acabei deixando quase todo o isopor sem o papel cartão. Erro feio!

Tentei preencher com manta acrílica e não tive um acabamento bom. Pense nisso antes de começar a caixa.

Eu usei duas camadas de isopor de frios/bolachas de mercado. Inclusive a camada de baixo era amarela. Não sei como é o resultado usando o isopor pluma, mas achei o resultado desse completamente satisfatório! O meu problema foi somente com o tamanho. Minha caixa tem a tampa de 15cmX15cm, e na hora que fui cortar o meu isopor, ele era 14,8X14,8. Isso fez com que o acabamento ficasse pior. Mais uma vez, fiz com "recursos escassos"

Veja mais fotos maiores no meu álbum:
http://picasaweb.google.com/trecosdefeltro/PassaroAzulPatchworkIsopor#

Preciso urgentemente comprar uma câmera fotográfica com um macro melhor!